Pular para o conteúdo
Início » Planejamento financeiro antes do consórcio é importante? Entenda!

Planejamento financeiro antes do consórcio é importante? Entenda!

O consórcio é uma excelente opção para as pessoas que desejam começar ou ampliar seu patrimônio, já que investir em consórcio é uma forma eficaz de poupar dinheiro para adquirir bens, sem a necessidade de endividar-se para isso. E, a fim de que tudo saia como planejado, é muito importante realizar um planejamento financeiro, mesmo antes de assumir o compromisso. A seguir, você entenderá por que é tão importante fazer um planejamento financeiro pessoal antes de contratar um consórcio e a maneira correta para isso. Continue a leitura!

planejamento financeiro

Saiba como fazer um planejamento financeiro para investir em um consórcio | Foto: Pixabay/stevepb

Importância do planejamento financeiro para um consórcio 

É verdade que investir em um consórcio é uma excelente maneira de aprender a lidar com o dinheiro. Afinal, trata-se de uma verdadeira lição sobre poupança e paciência. Entretanto, o aprendizado começa antes mesmo da adesão ao serviço, visto que essa opção de crédito é um compromisso de médio ou longo prazo que o contratante assume. Consórcios podem durar até 15 anos. Então, o indivíduo que assume a responsabilidade precisa ter certeza de que conseguirá arcar com todas as parcelas. Por esse motivo, é importante realizar um planejamento financeiro pessoal pensando no futuro.

Não há como prever o que acontecerá em cinco anos e ter a garantia de que seus bens estão seguros, mesmo em um cenário economicamente favorável em sua vida. Esses são motivos pelos quais você deve planejar-se antes de começar a investir em seu objetivo.

Saiba como fazer um planejamento financeiro 

Não saber como fazer um planejamento financeiro não deve ser motivo para desistir do consórcio, uma vez que ele é uma excelente maneira de alcançar seus objetivos sem precisar acumular dívidas. Além disso, a educação financeira é uma lição que pode melhorar sua vida em vários aspectos. Por isso, a seguir serão apresentados três passos essenciais para um bom planejamento:

1. Conheça seus limites 

O primeiro passo é entender sua realidade. Realize um levantamento de todos os seus gastos, como aluguel, despesas fixas mensais, alimentação, dívidas ou outras contas que são subtraídas do seu orçamento. O importante é não deixar nada de fora para que você consiga saber o valor que realmente pode investir.

Feito isso, escolha um consórcio que esteja alinhado ao seu poder de compra. Um dos grandes benefícios desse modelo de poupança é a flexibilidade: é possível decidir quanto e em quantas vezes você pagará para conseguir seu objeto de desejo. Atente-se também ao tempo: pode ser melhor contratar um consórcio com menos parcelas e pagar mais caro em cada uma. Ou, caso não tenha condições de arcar com prestações altas e acredite que pagar em poucas vezes funcione melhor para você, é interessante considerar a compra mais acessível. Tudo deve ser balanceado de acordo com a sua realidade, nem sempre o bem mais caro será o melhor para suas necessidades.

2. Monte uma reserva de emergência 

Montar uma reserva de emergência significa poupar dinheiro antecipando possíveis contratempos. Como foi dito, o consórcio é uma responsabilidade de médio ou longo prazo. Por isso, é essencial ter alguma quantia guardada para situações emergenciais que possam afetar seu orçamento. Você pode separar um valor mensal e investir em um produto de boa liquidez, que te dê a possibilidade de resgatar esse dinheiro quando quiser. Isso prepara para possíveis emergências como desemprego ou uma necessidade médica inesperada. 

Talvez, você precise abrir mão de algumas despesas supérfluas a fim de conseguir o que deseja. Mas, é sempre bom levar em conta que alcançar um sonho exige foco e disciplina. Então, procure focar nos benefícios futuros.

3. Planeje-se para depois da carta de crédito 

Todos que já experimentaram esse tipo de serviço sabem que é muito bom receber sua carta de crédito, pois significa que finalmente poderão adquirir os bens que tanto desejam. Entretanto, as responsabilidades continuam, mesmo com a carta em mãos. Caso seu objetivo seja comprar um carro ou uma casa, por exemplo, deverá estar preparado para lidar com os gastos. Afinal, você terá que arcar com valor da documentação, possíveis reformas, móveis para a casa ou necessidades do carro, como gasolina e reparos. Por isso, é muito importante realizar um bom planejamento financeiro antes de investir em consórcio, assim você garante que aproveitará sua compra sem futuras dores de cabeça. 

Agora que você já sabe como fazer um planejamento financeiro para um consórcio, você entende que é preciso analisar as despesas e os gastos, ter uma reserva de emergência e fazer um planejamento financeiro pessoal adequado à sua realidade. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.