Publicidade - OTZAds

Saiba mais sobre o sistema de consórcio 

Um fator essencial quando se pensa no sonho de adquirir um bem material é a melhor forma de pagar por ele, que pode ser desde à vista até por um consórcio. Essa escolha faz toda diferença na administração das suas finanças. Se você deseja se planejar para comprar um veículo, ou até mesmo o apartamento próprio, vale a pena entender um pouco mais sobre o que é um consórcio, como funciona um consórcio de carros e de imóveis e como esse sistema pode ajudar.

Saiba o que é consórcio e seus benefícios aqui | Foto: Freepik

Publicidade - OTZAds

O que significa consórcio? 

O sistema de consórcios é considerado como “a arte de poupar em grupo”. É uma modalidade de aquisição baseada na união de pessoas, físicas ou jurídicas, que formam uma poupança comum, com o objetivo adquirir bens móveis, como carros, motos e caminhões; imóveis, como casas, apartamentos e prédios comerciais; e até serviços, como viagens e tratamentos estéticos.

Os consorciados passam a contribuir mensalmente com uma parcela destinada à formação desse fundo. Até o fim do prazo determinado, todos têm acesso à sua carta de crédito e podem adquirir o bem desejado. Mas, em meio a tantas pessoas reunidas no grupo, a pergunta que você pode se fazer é: “como ser contemplado no consórcio?”. 

Uma das maneiras do consorciado ser contemplado é por meio do sorteio. Nele, de acordo com a disponibilidade do caixa, um ou mais participantes do grupo são selecionados para receber sua carta de crédito no valor do plano que aderiu, independentemente do número de prestações que tenha pagado. Ou seja, o sorteio define a ordem de recebimento do crédito.

Caso queira aumentar as chances de contemplação, existe a possibilidade de ofertar um lance. Nesse caso, o consorciado oferece um valor como antecipação de parcelas do consórcio. Dependendo da disponibilidade do caixa, será contemplado o maior lance, de acordo com as regras contratuais.

O consórcio é organizado por empresas, as chamadas administradoras, e o funcionamento delas é fiscalizado pelo Banco Central do Brasil. Isso garante a segurança das suas transações. Assim, é muito importante checar a lista no site dessa instituição fiscalizadora antes de começar a investir.

Como fazer um consórcio? 

Para adquirir um consórcio, é preciso conhecer todos os detalhes de seu funcionamento. Saiba a seguir quais são os passos necessários:

Publicidade - OTZAds

Adesão 

Em contato com a administradora do consórcio, você escolhe o plano que melhor atende aos seus objetivos e necessidades. Cada administradora oferece produtos diversos, o que significa que o cliente pode optar entre diferentes valores de crédito, parcelas e prazos de pagamento. 

Depois de decidir qual é a melhor opção e assinar o contrato, o cliente se torna um consorciado e recebe o número da sua cota no grupo. Esse número será sua identidade durante as assembleias.

Pagamento das parcelas 

O valor escolhido na adesão ao plano vai ser parcelado no prazo do pagamento acertado no momento de fechamento do contrato. O cálculo das parcelas é feito dividindo o valor da carta de crédito pela quantidade de meses de pagamento. Também entra nessa soma a taxa de administração cobrada pela empresa para organizar os detalhes do grupo. 

Mensalmente, os consorciados pagam suas parcelas e formam o saldo de caixa a fim de que um dos integrantes seja contemplado e tenha acesso ao seu bem.

Assembleia 

Quando a administradora reúne a quantidade mínima de adesões, a primeira assembleia é realizada. Depois dessa, acontecem outras mensalmente para realizar as contemplações. Existem duas formas de o integrante ser contemplado: sorteio ou lance. Até o fim do contrato, todos os consorciados vão receber a carta de crédito para realizar sua compra.

Aquisição 

Com a carta de crédito, o participante pode escolher o bem que deseja adquirir. É importante ressaltar que esse bem precisa estar dentro da categoria da sua compra. O crédito equivale ao dinheiro à vista, então o contemplado tem maior poder de negociação no ato da compra.

Como funciona um consórcio de carros? 

Um dos tipos de consórcio bastante procurado é o de carros. Atualmente, esse sistema é uma das alternativas mais viáveis para aqueles que desejam comprar ou trocar de veículo. Essa modalidade funciona da mesma maneira que os consórcios para compra de outros bens. A ideia é reunir interessados em planejar a aquisição de um automóvel, com a vantagem de possibilitar a compra antes de que, individualmente, consiga-se juntar o montante total.

O gerenciamento do grupo, dos pagamentos e dos sorteios é feito por uma administradora. Assim, desde quando é autorizada pelo Banco Central a atuar, a administradora começa a reunir um grupo interessado em comprar o carro, zero ou seminovo.

Publicidade - OTZAds

É necessário atingir um número mínimo de consorciados para que o sorteio mensal desse bem se torne viável. Assim como nos outros tipos de consórcio, cada membro contribui com um valor mensal durante todo o tempo de contrato do consórcio. Esse montante é usado para formar o fundo comum que é contabilizado. 

Quais as vantagens e desvantagens de um consórcio? 

Sabendo como o sistema de consórcio funciona, é relevante conhecer também seus benefícios e prejuízos em relação aos outros modelos de compra.

As principais vantagens do consórcio são:

  • Não ter taxa de juros;
  • Promover uma compra planejada;
  • Possibilitar e favorecer a negociação com valor à vista;
  • Investimento para o futuro;
  • Variedade de opções de crédito.

Ou seja, mesmo que você não tenha o recebimento imediato do bem, é uma prática que vale bastante a pena para alcançar seus objetivos. Além disso, é preciso ficar atento aos casos de inadimplência para que não existam prejuízos futuros com o investimento. 

Deixar uma resposta