Pular para o conteúdo
Início » Taxa de administração do consórcio: o que é e como calcular?

Taxa de administração do consórcio: o que é e como calcular?

Taxa de administração do consórcio: o que é e como calcular?

Um consórcio é um método muito utilizado para aquisição de bens de alto investimento. Por tratar-se de um processo que deve ser bem planejado, todo consórcio é realizado por meio de uma administradora, que será a responsável por monitorar os pagamentos, lidar com inadimplências, administrar os lances e, especialmente, garantir que todos sejam contemplados e recebam seus bens. Esse trabalho é remunerado e, para isso, o consorciado deverá pagar a chamada taxa de administração. Portanto, é essencial compreender o que é a taxa de administração e como ela é calculada em um consórcio! 

 A “taxa de administração consórcio” mantém a gestão dos investimentos | Imagem: Scott Graham/Unsplash

O que é taxa de administração? 

Ao contratar uma administradora para lidar com o direcionamento do consórcio, é necessário pagar uma quantia para ter a garantia de que todos os membros terão acesso aos bens contratados. Essa quantia é chamada de taxa de administração, um valor fixo determinado no próprio contrato. Assim, ela aparece de forma distribuída ao longo de cada mês, tendo um impacto praticamente imperceptível no valor mensal que o cotista deverá pagar pelo consórcio. 

É possível realizar uma busca antes de contratar uma administradora e simular seu crédito e o consórcio desejado para saber o valor da taxa de administração a ser pago em cada situação. Assim, fica mais fácil encontrar qual consórcio oferece o melhor custo-benefício para sua necessidade.

Taxa de administração é a mesma coisa que taxa de juros? 

A taxa de administração não deve ser comparada à taxa de juros, uma vez que elas são calculadas de formas diferentes. Os juros aumentam consideravelmente o valor da parcela, envolvem um cálculo mais complexo e podem fazer com que o contribuinte pague o dobro do valor contratado ao final das parcelas. Já a taxa de administração, por tratar-se de uma simples divisão entre o valor da taxa e a quantidade de parcelas, conta com o planejamento facilitado e um valor muito inferior ao gerado por uma taxa de juros, quase sem influência no total a ser pago na parcela pelo consórcio.

Como é calculada a taxa de administração do consórcio? 

Para uma compreensão completa de como calcular a taxa de administração do consórcio, é preciso levar em consideração o valor da taxa em si e a quantidade de parcelas em que o consórcio será programado. O que é taxa de administração nesse contexto? Em resumo, é o valor obtido por meio de uma divisão simples entre esses valores. Por exemplo, se a taxa de administração cobrada pela administradora for de 15%, e houver 60 parcelas de consórcio a serem pagas, basta dividir 15 por 60, e então chegar ao valor correspondente a ser pago. Nesse caso, a divisão resulta em 0,25, ou seja, a taxa será de 0,25% ao mês em cima do valor do bem contratado. Se o total for de R$ 45.000, a taxa de administração será de R$ 150.

O valor comum das taxas no mercado é 12%. No caso do exemplo apresentado, bastaria substituir 15 por 12, chegando ao valor de 0,2% ao mês. É um cálculo simples, de impacto mínimo no valor a ser pago, e responsável por manter toda a gestão da administradora, que realiza um trabalho de grande utilidade para que todos do consórcio sejam contemplados com os bens desejados.

Saiba mais sobre o consórcio! 

Agora que você já sabe o que é taxa de administração, quer aprender ainda mais sobre esse modelo de investimento? Então, confira a página da Crédito Consórcio e compreenda por completo todas as questões atreladas ao seu consórcio, para que tudo fique esclarecido e bem planejado durante todo o processo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.