Pular para o conteúdo
Início » IFPE abre mais de 3,2 mil vagas de cursos gratuitos, confira

IFPE abre mais de 3,2 mil vagas de cursos gratuitos, confira

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) abre, a partir da próxima segunda-feira (23), 3.261 vagas em cursos técnicos e de educação preeminente, presenciais e à distância, em 16 campi e 8 pólos de modalidade à distância (EaD).

Cada um dos períodos de seleção será conduzido através da Internet, através da exploração do desempenho dos alunos na escola primária ou secundária ou da pontuação do Exame Nacional do Bacharelato (Enem), de acordo com a nota do curso escolhido.

INSCRIÇÃO

A inscrição pode ser feita através do ingresso.ifpe.edu.br e pode ser feita até 12 de Junho.

Entre as vagas oferecidas;

  • 2065 são para cursos técnicos na modalidade de Subsequente (orientados para quem completou o ensino secundário);
  • 352 são para cursos técnicos na modalidade de Bacharelato Incluído (para quem completou o ensino primário); 35 na modalidade de Proeja – Qualificação Profissional, e
  • 809 são para cursos de educação pré-eminente, sendo
  • 449 destes cursos oferecidos na modalidade de sala de aula e 360 outros na modalidade (Ead).

A lista preliminar de candidaturas será publicada a 22 de Junho, no site ingresso.ifpe.edu.br. Na situação, os candidatos que tiverem a sua inscrição recusada poderão retificar os dados e, inclusivamente, anexar nova documentação.

O prazo para a retificação será de 27 a 28 de Junho, e a lista definitiva de registo será publicada a 4 de Julho.

VAGAS

60% das vagas serão reservadas para estudantes que tenham concluído os seus estudos primários ou secundários em escolas públicas.

Nesta percentagem haverá quotas para pessoas com deficiência, negros, castanhos e nativos.

Além disso, haverá uma reserva de lugares em cursos agrícolas para alunos de zonas rurais.

Para os candidatos aos cursos técnicos na Incorporante, Proeja e Posteriores possibilidades, a seleção será feita através do estudo do Desempenho do Estudante em Língua Portuguesa ou Português e Matemática, com base em registos de estudantes ou certificação equivalente.

Quem se inscrever em cursos subsequentes poderá optar por utilizar a pontuação obtida em Línguas, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias de uma das últimas 5 edições do Enem.